Real Dreams – Tradição

frame essa

No meio de tantas inovações no mundo dos Casamentos, alguns detalhes que remetem a história do casal merecem destaque: tradição de família, um objeto com valor emocional, alguma música com significado… O amor é o sentimento mais presente nesse dia e adoramos quando os noivos optam por homenagear alguém amado. Essa delicadeza traz personalidade ao dia mais importante da sua vida.

A história de hoje no “Real Dreams” é de uma noiva She Said Jazz, Eryka Seferian, que usou o mesmo vestido que a mãe, Patricia Miranda, exatamente 28 anos depois. Ela deu um lindo e emocionante depoimento para o nosso blog e nos deixou emocionadas e encantadas!

 “O mais surpreendente de ter usado o mesmo vestido da minha mãe foi que não precisei ajustar nada, nem sequer um centímetro! Sempre admirei muito o relacionamento dos meus pais e procuro dia a dia construir com meu marido um lar de acordo com os valores e sentimentos que fui criada. Sempre acreditei no poder da energia então imaginei que se usasse algo do casamento deles, iria carregar para sempre o mesmo sentimento. Obviamente que achava o vestido maravilhoso, delicado e muito romântico, então quando fiquei noiva não tive dúvidas. A minha avó, sempre muito cuidadosa, guardou durante esse tempo todo e uma vez ao ano mandava para uma lavanderia especializada, para o vestido não amarelar. Acho que no fundo ela sempre soube que essa seria minha escolha. Eu e minha irmã quando crianças adorávamos provar e sempre tive o sonho de usa-lo no meu casamento.

O momento mais emocionante? Além do encontro com meu marido no altar, é claro,  cito dois inesquecíveis. O primeiro, com certeza, quando meu pai me viu pronta. Tenho certeza que ele lembrou do dia que viu minha mãe vestida de noiva. O fato de sermos bem parecidas fisicamente aumentou ainda mais a emoção. O outro, quando fui cumprimentar meus avós. Para esse momento, escolhi de surpresa a mesma música que tocou no casamento dos meus pais: Fascinação, que é a preferida da minha avó. Eles ficaram muito felizes e emocionados e com certeza um filme passou pela  cabeça dos dois.  Ainda guardo o vestido e tenho o mesmo cuidado que minha avó sempre teve. Quem sabe minha filha tenha o mesmo sonho que eu?”

Eryka, obrigada por dividir com a SSJ um momento tão especial!

Bons Sonhos,

Mayra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *